Se por acaso ele errou, terá que pagar o preço, diz Bolsonaro sobre suspeitas contra seu filho

Do Estadão

O presidente Jair Bolsonaro  diz que lamentará, como pai, se as suspeitas sobre o filho Flavio Bolsonaro forem confirmadas. Ele disse que, caso isso aconteça, o senador eleito pelo PSL-RJ deve ser punido e chamou as acusações de "ações inaceitáveis". 

"Se por acaso Flávio errou e isso ficar provado, eu lamento como pai. Se Flávio errou, ele terá de pagar preço por essas ações que não podemos aceitar", disse o presidente à Bloomberg em Davos, na Suíça, durante o Fórum Economico Mundial.

No Brasil, o presidente em exercício Hamilton Mourão  recorreu a uma expressão militar para concordar com o presidente e defender apuração no caso envolvendo Flávio. "Qual é a sigla? Tu já sabe. 'Apurundaso'. Apurar e punir se for o caso", declarou Mourão, em referência à uma expressão usada entre militares, segundo ele. Mourão negou que Bolsonaro tenha demorado a se manifestar sobre o assunto. "Não, acho que o presidente já tinha declarado isso na primeira vez que surgiu esse assunto. Tenho quase certeza que ele falou isso."

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários