Se foi o marinheiro da foto histórica do beijo no fim da II Guerra Mundial

Da Redação do Blog

O marinheiro George Mendonsa, que protagonizou uma fotografia em 1945 na qual aparece beijando uma desconhecida, em Nova York, morreu no domingo (17) aos 95 anos, em Rhode Island, Estados Unidos. O site passou batido mas ainda dá tempo de lembrar.

Durante mais de 70 anos, George Mendonsa, descendente de portugueses, garantiu que era ele que surgia na fotografia, abraçado e beijando uma mulher que não conhecia, na Times Square, quando milhares de pessoas celebravam o fim da segunda Guerra Mundial.

A imagem foi tirada por Alfred Eisenstaedt e publicada na revista Life, tornando-se uma das mais conhecidas da história da fotografia do século XX.

Várias pessoas reclamaram a identidade do par fotografado, mas só anos depois se confirmou que os protagonistas eram George Mendonsa, marinheiro destacado em um navio de guerra, que em um impulso agarrou e beijou Zimmer Friedman, assistente de um dentista.

A cadeia de televisão CBS lembrou nesta segunda-feira (18) que reuniu os protagonistas da fotografia, batizada de ‘O beijo’, em 2012, exatamente no mesmo local onde a imagem foi feita em agosto de 1945.

Zimmerr Friedman morreu em 2016 aos 92 anos. George Mendonsa morreu dias antes de completar 96 anos. Com informações da Lusa.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários