Reforma da Orla de Jaboatão dos Guararapes e duplicação da BR 101 entre obras superfaturadas, diz OAS

Por Ricardo Antunes

Duas obras feitas em Pernambuco estão entre as que renderam propina para agentes politicos e empresários. Nenhum político pernambucano, no entanto, aparece na lista revelada hoje por O Globo.

O esquema ilegal da construtora envolvia o superfaturamento de obras emblemáticas, como estádios da Copa de 2014, a transposição do Rio São Francisco, o Porto Maravilha, no Rio, e a Ferrovia de Integração Oeste-Leste, além de empreendimentos no exterior. Uma parte desses recursos extras seria posteriormente repassada aos políticos.

Os delatores citam algumas obras nas quais houve superfaturamento de serviços: Arena das Dunas (Rio Grande do Norte), Arena do Grêmio (Rio Grande do Sul), Canal do Sertão (Alagoas), duplicação da BR-101 (Pernambuco) e o prédio da Petrobras em Salvador (Bahia).

Segundo O Globo, os delatores citam ainda propinas para reforma do Aeroporto de Guarulhos (São Paulo), reforma da orla de Jaboatão dos Guararapes (Pernambuco), transposição do Rio São Francisco (Nordeste) e Trilha Transcarioca (Rio de Janeiro).

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários