Paulo Câmara coloca petista e o PC do B no novo secretariado e tira PP e André de Paula do primeiro escalão.

Por Ricardo Antunes

O governador Paulo Câmara (PSB) deu espaço ao PT e ao PC do B no seu futuro e   terminou por desagradar "gregos e troianos" e antigos aliados. Um deles foi o PP,  que ocupava a Secretaria de Desenvolvimento Econômico com o advogado Antonio Mario Pinto e  vinha fazendo uma gestão considerada" exitosa" dando  novo ritmo  a pasta.

Outro que também  não ficou nada satisfeito com as mudanças foi o deputado federal André de Paula (PSD) que, sequer, foi ouvido na indicação do deputado Rodrigo Novaes para a Secretaria de Turismo.  Novaes é do PSD mas foi uma escolha pessoal do governador.

 

Indicado pelo senador Humberto Costa (PT), o  ex-presidente da CUT, Dilson Peixoto, vai ocupar a Secretaria de Desenvolvimento Agrário com total poder de nomear todos os cargos comissionados da pasta.

Por sua vez, o PC do B que já tem a vice, Luciana Santos fica com  a Secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade com Antonio Bertotti, "velho" militante do partido.

 

Ao comtemplar três nomes ligados  ao prefeito Geraldo Júlio (PSB), Paulo Câmara, segundo interlocutores começa a desenhar o espaço de sua futura sucessão que tem o prefeito do Recife como candidato natural.  Foram eles: Alexandre Rêbelo ( Planejamento e Gestão), Sileno Guedes (Desenvolvimento Social) e Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico)

 

O problema é que, ao contrário da prudência, a pressa do governador terminou por desagradar vários aliados que podem  causar problemas ao futuro governo.

 

O PP, por exemplo, achou graça na versão "distribuída" pelo Palácio á imprensa  de que o partido, na verdade, apenas mudou de pasta, já que vai ocupar a Secretaria de Prevenção a Drogas. "Isso só pode ser uma piada e de mau gosto",  confidenciou um deputado em visível tom de ironia.

 

Por falar em deputado,  dois parlamentares eleitos,   Aloisio Lessa e Rodrigo Novaes,  foram convocados para o primeiro escalão e vão tirar licença da Assembléia da Legislativa. Serão substítuidos por Silvado Albino e Professor Paulo Dutras, ambos do PSB.

 

De novidade positiva, no novo time do governador,  pode-se  destacar a  convocação de Gilberto Freyre Neto que vai assumir a Secretaria de Cultura, tradicional reduto do PC do B por mais de 10 anos. Ele trabalhou no projeto do Muse Cais do Sertão e é bastante respeitado no setor.

 

E ainda, a do jornalista Eduardo Machado que comandou a assessoria de comunicação da  campanha, tem trânsito livre com toda imprensa e também é um nome ligado ao Prefeito do Recife.

 

 

 

 

Comentários

Leia mais...

Mais em Opinião