Patricia Domingues já reassumiu delegacia contra corrupção e espera concluir trabalhos em 45 dias

Por Ricardo Antunes

Discreta, a delegada Patrícia Domingues acordou cedo, pegou seu carro  e por volta as 08h dessa segunda já estava reassumindo suas funções no  Decasp. A Decasp foi extinta por um projeto do Governo que repercutiu mal em todo o Brasil mas uma Ação Popular conseguiu uma liminar e reabriu a delegacia. Ela, agora,  tem 45 dias para concluir as investigações que estavam em seu poder.

"Vamos trabalhar normalmente e tentar concluir as pendências que temos", disse Patrícia que conversou rapidamente com o blog. O trabalho vai ser facilitado pois boa parte dos processos ainda estão na delegacia, bem como os funcionários.

Na última quinta o juízo da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital do Tribunal de Justiça de Pernambuco suspendeu a extinção da Delegacia Especializada de Combate aos Crimes Contra a Administração Pública (Decasp) por 45 dias. A decisão foi  “conclusão dos inquéritos pendentes e catalogação de todos os procedimentos quando, então, deverão ser repassados ao DRACO, ou a quem de direito, mediante as cautelas legais, sob a chefia de sua antiga delegada.” A DRACO foi a nova secretaria criada pelo Governo do Estado.

Consultados pelo blog fontes ligadas ao Palácio das Princesas confirmam que existe dúvidas sobre qual medida deve ser tomada pelo governador de Pernambuco. Ele pode recorrer da decisão junto ao próprio TJ  - o que aumentaria ainda mais o desgaste de imagem - ou simplesmente deixar tudo como está até porque a delegacia só tem mais 45 dia,  segundo a própria decisão do juiz

Comentários