O Impeachment aconteceu na hora certa ou eles teriam aparelhados todas as instituições, por Rafael Rosset

Por Rafael Rosset

A gente só teve um gostinho do que seria o full petismo no Brasil. Em 13 anos colocaram no STF o advogado do José Dirceu, o advogado do MST, o advogado do Cesare Battisti, e encheram os tribunais regionais de cupinchas.

Nessas circunstâncias, o impeachment já se configurou um milagre.Tivessem permanecido mais uns 10 anos, teriam aparelhado até as menores instâncias do poder, e nunca mais sairiam de lá".

Só um reparo: o PT não precisaria de mais 10 anos. Mais 4 anos no governo e qualquer medida (judicial ou eleitoral) para tirá-lo do trono seria impotente. Se tivesse esse tempo, o PT teria nomeado mais membros nos tribunais superiores, impedindo a prisão de seus chefes (Lula e Dirceu), aprovado uma reforma política para inviabilizar a rotatividade democrática, instituído o controle partidário-governamental dos meios de comunicação e imposto, de facto, uma dualidade de poderes (erigindo um Estado paralelo, em parte dentro, em parte fora, da institucionalidade e imune a seu controle).

Isso tudo se processaria até a metade do terceiro mandato de Lula. Seria a bolivarianização à brasileira. O impeachment aconteceu na hora certa. E ele não foi feito - decisivamente - pelo Congresso, nem pelo STF, nem pela Lava Jato e sim pelas pessoas comuns nas ruas, em 2015 e 2016, nas maiores manifestações políticas de nossa história.

Comentários