Repórter da Época se passa por Gay para frequentar curso de psicóloga nora de Bolsonaro e quebra sigilo profissional

Com informações do Jornal da Cidade Online

A imprensa brasileira acaba de ultrapassar todos os limites da ética e da decência.

O Presidente da República, com toda a razão, está extremamente indignado.

Veja o que Bolsonaro acaba de publicar em suas redes sociais:

“IMPRENSA SEM LIMITES.
- Sem se identificar, o jornalista João Paulo Saconi, da revista Época (grupo Globo), se passou por gay e fez 5 sessões com minha nora Heloísa (psicóloga, esposa do Eduardo) e gravou tudo.
- Assuntos sugeridos por ele nas sessões, como religião e política, tomaram grande parte das sessões.
- A conversa que deveria ficar apenas entre os dois, por questão de ética, agora vem a público.”

A reportagem completa com conversas que deveriam estar protegidas pelo sigilo da profissão sai na edição da Revista Época, que circula este final de semana.

É um absurdo.

Amigos, familiares e todas as pessoas próximas de Bolsonaro estão a mercê dos ataques da extrema-imprensa.

Isso definitivamente não é jornalismo.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários