Deputado e presidente do PSL, Luciano Bivar, é agredido no Bar Mamulengo em Recife

Da Redação do Blog

O presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, relatou a colegas de bancada na Câmara que foi "agredido moralmente" por um grupo de pessoas em um bar no Recife, em 24 de agosto.

"Para que vocês tomem conhecimento, no sábado passado, no restaurante bar Mamulengo, em Recife, fui agredido moralmente por um enorme grupo", postou Bivar no grupo de WhatsApp da bancada na noite de sábado, 31.

O texto foi enviado após outro deputado do PSL postar o link de uma notícia em que o presidente Jair Bolsonaro diz que os candidatos do PSL nas eleições municipais de 2020 precisarão passar pelo seu crivo.

Na mesma mensagem, o presidente do PSL, que é 2º vice-presidente da Câmara, também escreveu: "hoje começo a refletir até onde teremos respaldo para caminharmos".

Para deputados, a segunda parte da declaração de Bivar foi uma demonstração do dirigente de sua insatisfação com a ingerência e críticas do presidente da República ao PSL, partido de Bolsonaro.

Procurado, Bivar afirmou que ele, Bolsonaro e o PSL possuem "desejos convergentes".

"Aos radicais e fundamentalistas, mesmo no meu desabafo emocional, seguirá minha determinação inquebrantável", disse.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários