Governo notifica Apple a refazer o recall do laptop MacBook Pro

Com informações de O Globo

RIO - A Apple terá que refazer, pela segunda vez, o recall do MacBook Pro . A empresa foi notificada pelaSecretaria Nacional do Consumidor (Senacon) que considerou que a convocação não deixou claro o risco ao que o usuário está submetido. Esta semana, a secretaria já havia aberto uma investigação para apurar a gravação dos usuários do assistente de voz Siri pela Apple.

Esta semana, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fez um alerta barrando o embarque dos laptop a bordo das aeronaves devido ao risco de superaquecimento de suas baterias, que podem pegar fogo.

Em 18 de junho, a empresa já tinha comunicado o órgão que faria o recall de cerca de 181 unidades do laptop de 15 polegadas devido o risco de incêndio. O defeito, de acordo com a própria fabricante, já teria provocado dois incidentes no Brasil, sem danos físicos ao consumidor. Segundo a Senacon, o recall estava fora dos padrões e deveria ser refeito. No entanto, a nova convocação, enviada em 31 de julho, pela empresa americana, diz a Senacon, ainda não era adequado nos quesitos sobre "aviso de risco", "plano de mídia" e quanto a informação sobre a distribuição de produtos pelos estados brasileiros.

A Apple confirma que foi notificada, mas não quis se manifestar a respeito.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários