Peru e Colômbia convocam países da Amazônia para formar frente comum de proteção

Com informações de Maria Cervantes, da Reuters e O GloboLIMA - Os presidentes do Peru e da Colômbia anunciaram nesta terça-feira que irão convocar uma reunião dos países amazônicos nos próximos dias para promover a proteção da floresta tropical , no momento em que o Brasil enfrenta um número recorde de incêndios.

O encontro deve ocorrer na Amazônia colombiana, disse o presidente colombiano, Iván Duque, em entrevista coletiva juntamente com o colega peruano, Martín Vizcarra, na cidade amazônica de Pucallpa, no Peru, onde se reuniram para o V Gabinete Binacional.

— Vamos fazer uma convocação para que todos os países da Amazônia possam fazer uma abordagem comum... para fazer também o lançamento de um compromisso diante dessa realidade tão importante que não está recebendo a devida atenção — afirmou Vizcarra.

O presidente peruano disse que essa política terá como objetivo evitar o desmatamento e buscar alternativas para que a floresta gere progresso e desenvolvimento para as comunidades. A reunião será realizada no dia 6 de setembro na região amazônica de Letícia.

— Hoje temos que elevar nossa voz a nível presidencial e fazer esse pacto em que todos coordenemos nossas ações para proteger nossa Amazônia — disse Duque.

No Brasil, um grande número de incêndios está devastando áreas da floresta tropical, o que gerou preocupação internacional devido à importância da Amazônia para o meio ambiente global.

Os incêndios não se limitaram ao Brasil. Pelo menos 10.000 quilômetros quadrados estão queimando na Bolívia, perto de suas fronteiras com o Paraguai e o Brasil.

O governo brasileiro não se manifestou sobre a proposta até o momento da publicação da reportagem.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários