Priscila Krause denuncia mais um aditivo contratual nas obras do Teatro do Parque que já duram 9 anos

Por Blog de Jamildo

O contrato para reforma e ampliação do Teatro do Parque recebeu um segundo aditivo essa semana, adiando o prazo de conclusão das obras para 2020 — antes, a previsão era novembro deste ano. O valor total passou de R$ 5,5 milhões para R$ 8,1 milhões.

Publicada na última terça-feira (20), no Diário Oficial, a mudança no contrato foi alvo de críticas da deputada estadual Priscila Krause (DEM), que faz oposição ao PSB, partido do prefeito Geraldo Julio.

Priscila Krause reclamou que o Teatro do Parque está fechado há nove anos e as obras ainda não foram concluídas. Para a parlamentar a prefeitura não prioriza a reforma.

“O Recife tem uma joia patrimonial, arquitetônica, um espaço que conta a nossa história através da cultura negligenciado por uma política que decidiu apostar basicamente nos gastos com festas e eventos. É claro que o Recife tem uma tradição festiva e folclórica representativa, mas há um desequilíbrio relevante e essa demora para reabrir o teatro é o ícone desse descompromisso”, afirmou Priscila Krause.

O Teatro do Parque foi fechado ainda na gestão do ex-prefeito João da Costa (PT). A ordem de serviço para a reforma, porém, só foi assinada por Geraldo Julio, em dezembro de 2014, com o início da obra um mês depois. Porém, foi interrompida no ano seguinte.

Uma nova licitação foi iniciada em 2017 e o contrato com a empresa que atualmente é responsável pela obra, a paulista Multicon Engenharia, foi assinado em 2018.

O Blog de Jamildo entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura do Recife. O posicionamento será acrescentado a esta publicação.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários