Análise de conjuntura é pauta na 52ª Assembleia Regional de Pastoral

Com informações do Site CNBB Regional Sul 4

A primeira atividade da 52ª Assembleia de Pastoral do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi uma análise de conjuntura com a colaboração do analista político Melillo Dinis, de Brasília (DF). Na ocasião, Melillo falou das tensões que estão em torno dos processos políticos no Brasil, desigualdade, religião, educação, crise econômica mundial e preocupações com o meio ambiente.

Melillo Dinis, que é advogado e dirige o portal Inteligência Política, de forma aprofundada, analisou os primeiros oito meses com a nova configuração política do país, nos poderes Executivo e Legislativo. “Atualmente em nosso país cresceu a quantidade de palcos, especialmente na política, na educação, nos costumes e na economia”, explanou o analista, citando o “presidencialismo de colisão” presente na atual conjuntura.

Citando exemplos que estão na tensão entre os poderes políticos, Melillo apontou para os cenários no Poder Executivo; reformas e pacotes em pauta no Congresso Nacional, indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos, os conflitos dentro do sistema judiciário e questões ambientais, com ênfase na crise enfrentada na região amazônica.

O analista citou ainda números da economia mineração e riscos ambientais em Santa Catarina e o papel da Igreja na atual conjuntura relacionando seu papel institucional, na defesa da democracia e o Sínodo da Amazônia. Terminando a fala, Melillo Dinis convidou ao diálogo e colaboração dos participantes da Assembleia a partir do atual cenário, considerando a realidade de um país que vive uma profunda crise social, econômica e ambiental e com a segunda maior desigualdade do mundo.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários