Previdência: mesmo sob ameaça de expulsão, Tabata repete voto a favor da reforma

Com informações do O Globo

RIO - A deputada federal Tabata do Amaral (PDT/SP) voltou a votar a favor da reforma da Previdência na madrugada desta quarta-feira, quando o texto-base da reforma foi aprovado em 2º turno . Além dela, mais sete parlamentares do partido deram votos favoráveis ao projeto, contrariando a orientação da legenda. O PDT tem 27 deputados. Não houve qualquer abstenção.

Na votação do primero turno na Câmara, o presidente do PDT, Carlos Lupi, sinalizou que poderia expulsar parlamentares da legenda que votassem a favor da reforma. Na ocasião, o líder do partido na Câmara, André Figueiredo (CE), chamou de “futuros traidores” deputados que desobedecessem a orientação.

Tabata e os outros setes deputados votaram a favor da reforma mesmo assim e repetiram o voto nesta madrugada, mesmo diante da ameaça. A deputada integra um movimento de renovação política chamado Acredito.

Em julho, após a votação em primeiro turno na Câmara, o PDT decidiu abrir processo contra os oitos deputados e suspender a atividade partidária deles. É esse processo que pode culminar na expulsão dos parlamentares.

Veja como votaram os deputados do PDT:

PDT
Afonso MottaRSNão
Alex SantanaBASim
André FigueiredoCENão
Chico D`AngeloRJNão
Dagoberto NogueiraMSNão
Damião FelicianoPBNão
Eduardo BismarckCENão
Fábio HenriqueSENão
Félix Mendonça JúniorBANão
Flávio NogueiraPISim
Gil CutrimMASim
Gustavo FruetPRNão
Idilvan AlencarCENão
Jesus SérgioACSim
Leônidas CristinoCENão
Mário HeringerMGNão
Marlon SantosRSSim
Paulo RamosRJNão
Pompeo de MattosRSNão
Robério MonteiroCENão
Sergio VidigalESNão
Silvia CristinaROSim
Subtenente GonzagaMGSim
Tabata AmaralSPSim
Túlio GadêlhaPENão
Wolney QueirozPENão
Total PDT: 26

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários