Dono de cervejaria preso pela Lava-Jato tem ilha particular

Por Bela Megale colunista do O Globo

A ilha particular do empresário Cleber Faria, alvo da última fase da operação Lava-Jato deflagrada na semana passada, foi alvo de buscas da Polícia Federal. Cleber é sobrinho de Walter Faria, dono da Cervejaria Petrópolis que segue foragido.

Para os investigadores, há indícios de que Cleber chegou a cuidar de contas da empresa no exterior que movimentavam dinheiro ilícito usado na compra apoio político. Hoje, porém, não é mais sócio do tio.

A ilha, segundo relatório feito pelo Ministério Público Federal (MPF), foi batizada de “ilha do Império”. Império é o nome da marca de cerveja que Cleber criou em sociedade com seu irmão, Vanuê, depois de romperem a sociedade com o tio. Os dois estão presos em Curitiba.

A propriedade rural de Cléber tem mais de 54 mil metros quadrados e fica no município de Santa Fé do Sul, em São Paulo. Os investigadores descobriram a existência da ilha particular ao coletarem dados do Icloud de Cleber. Os arquivos apreendidos pela PF mostram também o projeto em execução que o empresário tinha para a sua ilha de veranerio.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários