Legistas não descartam autolesão de acusadora de Neymar

Com informações do O Globo

Após o fim da investigação que concluiu não haver elementos para o indiciamento do atacante Neymar, acusado de estupro por Najila Trindade, o “Fantástico” , da TV Globo, teve acesso à integra das mensagens trocadas pelo jogador e a modelo, que foram base para a conclusão da delegada Juliana Lopes, da Polícia Civil de São Paulo. Os diálogos ilustram as versões conflitantes de Najila sobre as quais a delegada fala no relatório final do inquérito, após ouvir os dois personagens.

O relatório também menciona o exame de corpo de delito indireto, feito pelo IML a partir das fotos de um médico particular de Najila. Os legistas não descartam a possibilidade de autolesão, e afirmam ser impossível relacionar as marcas aos tapas que a modelo diz ter levado de Neymar na viagem a Paris, por causa da má qualidade das fotos. Entre as imagens, está a das nádegas de Najila, onde a modelo afirma ter sido agredida.

Nos depoimentos, Neymar nega a agressão e diz que os tapas foram pedido dela. Ele afirma que jamais usou de violência ou grave ameaça contra a modelo, que jamais puxou os cabelos nem a puxou pelos braços, como Najila afirmou em seu depoimento.

O advogado de Nájila, Cosme Araújo, considerou precipitado o encerramento do inquérito pela polícia sem indiciar Neymar. Ele chegou a pedir uma acareação entre os dois, mas a delegada do caso não achou necessária.

- O inquérito é inconclusivo. E sendo inconclusivo, o Ministério Público pode denunciar o jogador e o processo caminhar normalmente - disse Cosme.

A defesa de Neymar não quis se manifestar.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários