'E você acredita em Comissão da Verdade?', questiona Bolsonaro sobre crimes da ditadura

Com informações do O Globo

BRASILÍA - Um dia depois de causar polêmica com as declarações sobre o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz , o presidente Jair Bolsonaro voltou a tecer comentários sobre a ditadura militar. Nesta manhã de terça-feira, ele contestou o trabalho da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que apura violações dos direitos humanos no período.

Apesar de um registro secreto da Aeronáutica datado de 1978 sobre a prisão de Fernando Santa Cruz e um atestado de óbito aponta que ele foi morto 'pelo Estado brasileiro', ele insistiu que não existem documentos sobre a morte do pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Ele afirmou que sua declaração dada no dia anterior, de que o então militante da Ação Popular foi morto por um "justiçamento da esquerda", foi baseada em um sentimento.

- E você acredita em Comissão da Verdade. Qual foi a composição da comissão da verdade? Foram sete pessoas indicadas por quem? Pela Dilma? - questionou.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários