Opinião: Em qualquer país sério diretoria da ABIN pediria demissão, por Ricardo Antunes

Por Ricardo Antunes

Estava pensando agora onde está a ABIN?

Não se fala nela. É como não existisse. Em qualquer país sério sua diretoria pediria demissão ou seria demitida.

No Brasil, nossa inteligência "se finge de morta" como não tivesse nada a ver pelo fato do presidente da República e seus ministros terem seus celulares violadas por hackers do interior de São Paulo: Araraquara. Sem menosprezar os "bandidos" da cidade é claro.

Só podemos então imaginar que os serviços de inteligência mais importantes do mundo possuem todas as informações sobre o Brasil.

Não custa nada lembrar que, o Brasil é o país que contrata seus "espiões" através de concurso público. Ser espião, no Brasil é mais um emprego público com estabilidade garantida pela constituição.

Isso sem falar que compramos uniformes militares através de licitação pública.

Precisa dizer mais alguma coisa?

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários