PF acredita que suspeitos são responsáveis por cerca de mil hackeamentos, incluindo Deltan e Moro

Por Lauro Jardim colunista de O Globo

A PF já trabalha com a certeza de que os quatro presos ontem em São Paulo sob a suspeita de terem invadido o telefone de diversas autoridades são os responsáveis pelo hackeamento de todas as vítimas que aparecerem até agora neste caso.

Isso significa que o quarteto está envolvido nas invasões (e tentativas) dos celulares de Deltan Dallagnol e Sérgio Moro a procuradores da força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba e do Rio de Janeiro, passando por Joice Hasselmann e Paulo Guedes, entre outros.

A PF já tem a confirmação também de que os quatro hackearam cerca de mil pessoas, entre autoridades do Executivo, Legislativo, Judiciário e jornalistas.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários