Hackers presos são mantidos em celas separadas

Por Lauro Jardim colunista de O Globo

Os três homens e uma mulher presos ontem por suspeita de terem hackeado Sérgio Moro e mais meia república estão em quatro celas separadas. Com isso, evita-se que combinem versões de seus depoimentos.

Dois deles estão mantidos na Superintendência da PF em Brasília e os outros permanecem detidos no aeroporto da capital.

Apenas um hacker foi ouvido até agora. As oitivas dos outros três ocorrerão até o fim do dia de hoje.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários