EXCLUSIVO: João Campos engata novo "love" já de "olho" na Prefeitura do Recife em 2020

Por Ricardo Antunes

O rompimento do noivado do deputado João Campos (PSB) com a filha do ex-prefeito de Ipojuca Carlos Santana e da deputada Simone Santana, Lara Santana, já tem um motivo.

Trata-se da jovem deputada Tabata Amaral (PDT), que recentemente votou a favor da Reforma da Previdência, irritando o "coronel" cearense Ciro Gomes.

A informação do rompimento do noivado e do casamento que aconteceria no final desse ano foi antecipada pela colunista da Folha de Pernambuco, Roberta Jungmann, e explodiu como uma "bomba" no meio político e empresarial da cidade. Estima-se que a família Santana teve um prejuízo de quase R$ 500 mil com o fim do romance, que já durava 9 anos. Seria uma festa com toda pompa, com cerca de 400 convidados de todo o Brasil.

Foto: Facebook Roberta Jungmann

Em todos os corredores de Brasília já se sabe que o deputado João Campos (PSB) e a deputada Tabata Amaral (PDT) estão muito próximos e devem oficializar o namoro nos próximos meses. O Blog tentou falar com os dois sem sucesso, mas já se sabe que o rompimento se deu por iniciativa de Campos, que é o candidato oficial do PSB á sucessão do prefeito Geraldo Júlio. Nenhum dos dois quer apressar oficialização de nada por enquanto.

A deputada Tabata Amaral tem também um longo relacionamento com um colombiano, que ainda está na chamada "DR".

Além do "amor", a nova união também envolve uma boa "dose de marketing" e de "casamento político", segundo especialistas ouvidos pela reportagem. Os dois jovens são apontados como figuras novas na política, e Tabata Amaral tem se destacado no Congresso depois de ser uma das líderes do grupo “Movimento Acredito".

"A eleição mudou com a chegada das redes sociais", analisa Marcello Gusmão, especialista em marketing eleitoral. "Tudo de imagem positiva agrega e viraliza", completa.

A proximidade ficou maior quando os dois foram escolhidos para fazerem parte da comissão externa de Educação

Em 2018, ela foi uma das deputadas mais votadas do país com 264 mil votos, e já esteve até mesmo com Barack Obama: “É uma pessoa extremamente humana, doce e que escuta as pessoas", disse Tabata Amaral sobre o encontro com o ex-presidente americano.

Por sua vez, João Campos ascendeu a estrela de primeira grandeza no PSB pouco depois do falecimento do pai, o ex-governador Eduardo Campos, em um acidente de avião, em 2014. Talentoso, bem articulado, ele é tido como sucesso natural do espólio político do pai, e conta com o apoio da mãe, Renata Campos e de 99% do apoio do partido.

O único que fez cara feia com o "projeto" foi o deputado Felipe Carreras (PSB), que pensou que no partido se respeitaria a "fila" e os serviços que ele prestou ao ex-governador e ao partido. Ledo engano. O ex secretário já caiu na real e já flerta com o MDB, do líder do governo Bolsonaro no senado Fernando Bezerra Coelho, para tentar viabilizar seu sonho de comandar a cadeira de Geraldo Júlio. Aliás, Carreras também namora uma famosa: A atriz da Globo, Amanda Richter.

O deputado Felipe Carreras (PSB) e sua namorada a atriz Amanda Richter.

Mas, voltando sobre Tabata Amaral, fica a pergunta.

Quem não gostaria de uma namorada dessa para tentar a Prefeitura do Recife?

O Deputado Federal Túlio Gadêlha (PDT) fez o mesmo com a apresentadora global, Fátima Bernardes. Candidato a deputado federal em 2014, Gadêlha obteve apenas 3.495 votos e não se elegeu.

Após começar a namorar a apresentadora, nas eleições de 2018 ele teve 75.642 votos.

Candidato à prefeito do Recife, Tulio Gadelha (PDT) esta com a jornalista Fátima Bernardes (Globo)

Não é que o sentimento não exista, mas como diria aquele velho ditado: "É sempre bom e aconselhável unir o útil ao agradável."

E em política, como no amor, ninguém faz nada por "acaso" e nem de "graça".

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários