MEC chama reitores de federais para propor novo modelo de financiamento

Com informações de O Globo

RIO- O Ministério da Educação convocou reitores e pró-reitores de planejamento das universidades federais do país para uma reunião na próxima semana para apresentar uma proposta para "aumentar a autonomia financeira" das instituições.

A pasta ainda não deu muitos detalhes aos convidados, no entanto, sobre quais serão os pontos específicos abordados, mas pessoas ligadas ao setor afirmam que o MEC pretende reduzir a participação da pasta no financiamento, estimulando as universidades a captarem fontes alternativas de recurso, como estimular cursos MBA que possam ser cobrados.

Na quinta-feira, ao anunciar o plano do ministério para a Educação Básica, o ministro da educação, Abraham Weintraub, afirmou que lançaria "um projeto para reformular e libertar as universidades federais, para que elas atinjam o mesmo desempenho dos países de ponta, no mundo".

A relação de Weintraub com as instituições federais é ruim desde o início de sua gestão, quando o ministro afirmou em entrevista que cortaria recursos de instituições que, nas suas palavras, promovessem "balbúrdia". A crise se agravou quando o governo anunciou um bloqueio de R$7,4 bilhões na educação e cerca de 30% do orçamento discricionário das federais foi atingido.

A medida levou milhões de pessoas às ruas em todo o país e deflagrou uma das primeiras grandes crises de popularidade da gestão de Jair Bolsonaro. Após os protestos, o governo chegou a descontingenciar parte da verba, mas não foi detalhado se o recurso liberado iria para as universidades.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários