Site divulga áudio atribuído a Deltan em conversa com procuradores

Com informações de O Globo

RIO — O site The Intercept Brasil divulgou nesta terça-feira um áudio atribuído ao procurador da República Deltan Dallagnol , coordenador da força-tarefa da Lava-Jato. É o primeiro da série de reportagens sobre conversas pelo aplicativo Telegram entre membros da operação e o ministro da Justiça, Sergio Moro — à época dos diálogos Moro era juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba.

No áudio, Dallagnol relata a colegas da Lava-Jato a decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux de proibir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de dar entrevistas e diz que era "uma notícia boa".

A força-tarefa da Lava-Jato divulgou nota sobre a nova reportagem do site. O Ministério Público Federal (MPF) mantém a posição de que não é possível confirmar a veracidade integral das mensagens: "As supostas mensagens atribuídas a integrantes da força-tarefa são oriundas de crime cibernético e não puderam ter seu contexto e veracidade verificados. Diversas dessas supostas mensagens têm sido usadas, editadas ou descontextualizadas, para embasar falsas acusações que contrastam com a realidade dos fatos".

O pedido de entrevista havia sido feito pelo jornal "Folha de S.Paulo" e tinha sido concedido pelo ministro Ricardo Lewandowski, do STF, no dia 28 de setembro do ano passado. Cerca de 12 horas após Lewandowski deferir o pedido, Fux concedeu uma liminar suspendendo a entrevista.

No áudio, de 58 segundos, o procurador informa os procuradores sobre a liminar de Fux e pede que os colegas não divulguem ainda a notícia.

"Agora, não vamos alardear isso aí, não vamos falar para ninguém. Vamos manter, ficar quieto, para evitar a divulgação o quanto for possível. Porque quanto antes divulgar isso, antes vai ter recurso do outro lado, antes isso aí vai para o plenário", teria dito Deltan, pedindo aos colegas para "deixar que a notícia surja por outros canais pra evitar precipitar recurso de quem tem uma posição contrária a nossa. Mas a notícia é boa para terminar bem a semana".

A mensagem enviada por Deltan é da noite do dia 28 de setembro. Na noite do mesmo dia, veículos de imprensa noticiaram a decisão liminar de Fux.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários