Peritos da Lava Jato acusam a líder do governo de prejudicar operação

Por Tales Faria colunista do UOL

O perito criminal Ricardo Hurtado, integrante da equipe que investiga esquemas na Lava Jato desde 2014, tuitou hoje pela manhã sobre a líder do governo: "Joice Hasselmann se fez pela Lava Jato, se fez nas costas da polícia e agora esfaqueia os policiais." Hurtado participou da apuração de esquemas de superfaturamento na refinaria de Abreu e Lima.

Ele não está sozinho. Procurado pelo UOL, o presidente da Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF), Marcos Camargo, disse que a ação da deputada prejudica várias operações anticorrupção.

"A deputada se elegeu com base em plataformas relacionadas diretamente à Lava Jato e hoje atua justamente contra a operação. Ela está destruindo as polícias, não respeitando as particularidades da profissão", disse.Segundo Marcos Camargo, "houve reuniões da categoria em que Joice Hasselmann estava presente, inclusive com o presidente Bolsonaro. Ele disse para resolver a questão dos policiais. Mas a deputada está agindo contra. Ou o presidente está mentindo para os policiais, ou não está sendo respeitado pelos seus comandados". A líder Joice Hasselman, no entanto, respondeu no Twitter que o governo atuou em favor dos policiais: "O governo trabalhou semanas pelas polícias, ofereceu várias propostas. Ontem [quarta-feira, 3] ofereceu idade de 52 anos para mulheres, 53 para homens e o pedágio de 100% e seus representantes não quiseram! Então o povo pode contribuir com a Previdência e vocês só querem benefícios?!".

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários