Presidente dos Correios anuncia saída do cargo

Com informações do Site Poder360

O presidente dos Correios, general Juarez Aparecido de Paula Cunha, anunciou que deixa o cargo. Publicou a informação nesta 4ª feira (19.jun), às 4h29 da manhã, em seu perfil no Twitter.

Cunha foi demitido em público pelo presidente Jair Bolsonaro na última 6ª (14.jun) por “agir como sindicalista”. No entanto, a demissão não havia sido publicada no Diário Oficial da União.

Nesta 2ª, Cunha foi trabalhar normalmente. Participou de audiência pública na sede da empresa, em Brasília. Discursou, foi aplaudido pelos servidores e vestiu boné de carteiro.

Cunha foi indicado ao cargo pelo ex-ministro Gilberto Kassab (PSD). Estava na função há quase 7 meses. “Saldo muito positivo e a certeza que vocês continuarão no cumprimento da missão”, escreveu.

Cunha também enviou carta aos funcionários dos Correio. Terminou a mensagem com uma referência ao slogan de campanha de Bolsonaro. “Brasil Acima de Tudo! Correios no Coração de Todos!”

Eis a íntegra:

“DESPEDIDA DOS CORREIOS

Meus caros amigos e amigas dos Correios!

Após sete meses à frente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, me afasto do vosso convívio com a consciência tranquila de ter empenhado o melhor dos meus esforços a serviço desta Empresa.

Foram sete meses de trabalho em equipe, num ambiente de muito profissionalismo, dedicação, camaradagem e cooperação, onde obtivemos excelentes resultados.

Os índices da qualidade operacional superaram todas as metas, a recuperação financeira no último ano apresenta resultados muito favoráveis e as perspectivas futuras são excelentes. Nossa Empresa prossegue num franco processo de recuperação iniciado em 2018.

A criação do Projeto Balcão do Cidadão me enche de orgulho, pois os Correios continuarão levando ao cidadão brasileiro, particularmente das localidades mais remotas, seu apoio, traduzido em cidadania e integração nacional.

Orientei minhas decisões com base na ética, na meritocracia e na restrição à influência político partidária. Fundamentei minha liderança na busca dos melhores resultados, no fortalecimento do espírito de corpo e no exemplo. Obtive um eco positivo no âmbito da maioria dos empregados, que alavancaram o moral, a confiança e o orgulho de pertencerem a esta empresa centenária.

Meus amigos!

Há 50 anos, prestei meu sagrado compromisso perante a Bandeira do Brasil. Naquele momento, jurei tratar com afeição os irmãos de armas e com bondade os subordinados. Nunca deixei de cumprir com este juramento. Durante minha longa carreira militar, atingindo o mais alto posto no Exército, cumpri com retidão as palavras professadas diante do nosso invicto Pavilhão Nacional.

Assim como defendi e respeitei todos os soldados do Exército de Caxias, também respeitei e defendi todos os empregados dedicados que orgulhosamente envergam o uniforme azul e amarelo.

Se não fosse para exercitar minhas firmes convicções, eu não poderia ser o Presidente dos Correios. Se não fosse para recuperar os Correios, no contexto da recuperação do nosso País, eu não teria aceitado este grande desafio.

Esse é um momento de serenidade e confiança no futuro. Todos os integrantes da Empresa, desde a Diretoria Executiva até o Carteiro mais jovem, devem se conscientizar da necessidade de prosseguir na jornada de recuperação e modernização da ECT. Há ainda muito por fazer, existem muitos obstáculos a ultrapassar, mas nenhuma barreira poderá reter as ações empreendidas com coragem, dedicação e confiança.

O meu muito obrigado a todos que contribuíram com minha gestão nestes poucos meses. A missão ainda não está cumprida, mas confiamos que esta briosa organização, com 356 anos completos, ainda tem muito a oferecer ao País.Brasil Acima de Tudo! Correios no Coração de Todos!”

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários