Opinião: Efeito rebote, quanto mais agredirem, mais a favor de Sérgio Moro jogarão os senadores

Por Dora Kramer colunista da Revista Veja

Sérgio Moro já não é a quase unanimidade de outrora, mas ainda é a figura mais amada do governo para não dizer do país. Portanto, conviria aos senadores que amanhã questionarão o ministro na Comissão de Constituição e Justiça a ingestão de boas doses de prudência, senso de estratégia e inteligência.

Refiro-me, óbvio, aos parlamentares de oposição que porventura possam enxergar aí uma oportunidade de se vingar tentando anarquizar com o ex-juiz. Há um aviso implícito a esses navegantes: quanto mais forem agressivos com Moro, mais a favor dele jogarão os senadores, pois darão força à transformação do caso das conversas entre o então juiz e procuradores num plebiscito sobre a Lava Jato.

E nesse tipo de certame o resultado é um estrondoso “sim” à operação.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários