Petrobras conclui venda da TAG após autorização de Fachin

Com informações do Site Poder360

A Petrobras concluiu nesta 5ª feira (13.jun.2019) a venda de 90% de sua participação na TAG (Transportadora Associada de Gás). A subsidiária foi adquirida pelo consórcio formado pela franco belga Engie e pelo fundo canadense CDPQ (Caisse de Dépôt et Placement du Québec) por R$ 33,5 bilhões.

A venda foi feita após o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, revogar liminar (decisão provisória) que ele mesmo havia concedido proibindo a operação.

Fachin tomou a decisão logo após o plenário do Supremo decidir que o Executivo pode vender subsidiárias de empresas estatais ou mistas sem a autorização do Congresso, em 6 de junho.

A Petrobras já havia acertado a venda da TAG em abril. Trata-se da maior operação no processo de desinvestimentos da petroleira. A subsidiária atua no segmento de transporte e armazenagem de gás natural. Com uma rede de 4.500 quilômetros, a companhia tem capacidade de movimentação de 74 milhões de metros cúbicos por dia.

“Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas”,informou, em nota, a empresa.

A Petrobras declarou ainda que “continuará a utilizar os serviços de transporte de gás natural prestado pela TAG, por meio dos contratos já vigentes entre as duas companhias, sem qualquer impacto em suas operações e na entrega de gás natural para seus clientes”.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários