Centrais sindicais convocam greve contra reforma da Previdência na 6ª feira

Com informações do Site Poder360

Centrais sindicais estão convocando trabalhadores de diversas categorias para uma greve geral marcada para esta 6ª feira (14.jun.2019). O objetivo é protestar contra a reforma da Previdência, contra o contigenciamento na educação e por mais empregos.

“É dia de ficar em casa, é dia de paralisação, é dia de mandar 1 recado ao governo de Jair Bolsonaro: não mexa nas nossas aposentadorias!”, diz nota da CUT (Central Única dos Trabalhadores). Segundo a organização, também apoiam a greve a Força Sindical, CTB, CGTB, CSB, UGT, Nova Central, CSP-Conlutas e Intersindical.

De acordo com a CUT, diversas categorias estão aderindo às manifestações, como bancários, metalúrgicos, químicos, portuários, trabalhadores rurais, servidores públicos, professores e trabalhadores da educação. É organizado ainda manifestações como complemento à paralisação.

Os partidos de oposição ao governo também convocam manifestantes para o ato. >PT, >Psol e >PC do B participaram de twittaço nesta 4ª feira. A hashtag >#SextaTemGreve foi 1 dos assuntos mais comentados na rede social.

PRÓ-BOLSONARO: #DIA30EUVOU

De outro lado, bolsonaristas também >divulgaram atos pró-governo. Estão marcados para 30 de junho. As principais pautas: reforma da Previdência, pacote anticrime e Lava Jato. Às 20h30, havia 44,9 mil tweets com a >hashtag #Dia30EuVou.

Bolsonaristas organizam ato no dia 30 a favor de pautas do governo Bolsonaro

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários