Federação Nacional dos Jornalistas e Sinjope criticam censura importa pelo desembargador Jovaldo Nunes.

Da Redação do Blog

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco (Sinjope) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) vêem com preocupação a decisão liminar do desembargador Jovaldo Nunes Gomes, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), que no último dia 21 de maio determinou a remoção de textos e proibiu a produção de reportagem no blog do jornalista Ricardo Antunes, bem como manifestações na rede social deste, de quaisquer textos que versem sobre a disputa familiar travada entre o antigo dono do tradicional Restaurante Leite, Ermírio Dias e suas duas filhas e atuais gestoras proprietárias do estabelecimento, Daniela Ferreira da Fonte e Silvana de Souza Ferreira.

Sem entrar no mérito do conteúdo das matérias nem da disputa familiar, o Sinjope e a Fenaj entendem que a decisão do magistrado representa grave atentado à liberdade de imprensa estabelecida e defendida pela Constituição Federal de 1988. Entendem ainda o Sindicato e a Fenaj que as desavenças entre os reclamantes e o autor das reportagens podem e devem ser solucionadas por meio da justiça com base na Legislação que já estabelece meios de punições para eventuais lesões sem que se recorra a expedientes que remetam ao silenciamento da liberdade de expressão *e de imprensa* que norteia o Estado Democrático de Direito.

Tal manifestação advinda do Poder Judiciário configura, em nosso entender, clara evidência de censura e abre grave precedente para impedir o livre exercício profissional do jornalismo. O Sinjope e a Fenaj reiteram sua confiança no Judiciário, nas instituições e na Constituição e Legislação em vigor para a manutenção da democracia e da livre manifestação do pensamento reconquistado por meio das lutas travadas em prol da redemocratização do país.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários