Comandada por Júnior Matuto (PSB) Prefeitura de Paulista é alvo de ação do Draco. Um secretário foi afastado e 2 empresários presos

Com informações do Portal de Prefeitura

A prefeitura de Paulista, no Grande Recife, prendeu dois empresários, nesta terça-feira (28) em uma operação contra fraudes em licitação e corrupção. A Justiça determinou também o afastamento das funções de um secretário municipal, de um responsável por pregões e de três servidores.

São investigados contratos que totalizam R$ 600 mil na compra de alimentos.

Os presos são os empresários Norberto Pessoa Brito e Aluísio Mendes de Araújo. Ficam afastados das funções na administração municipal o secretário de Políticas da Juventude e Esportes, José Augusto da Costa, e mais quatro pessoas que não tiveram nomes divulgados.

O delegado Jean Rockfeller, diretor de Polícia Especializada, disse que os empresários se uniram para fraudar a compra de alimentos para abrigos de acolhimento para idosos e dependentes químicos. “Eles se uniam para direcionar as licitações”, afirmou o policial.

A Vara Criminal da Comarca de Paulista expediu 15 mandados de busca. Ainda segundo Jean Rockfeller, na casa do responsável pelas licitações, a polícia apreendeu R$ 230 mil. Também foram apreendidos cinco carros.

A investigação, que resultou na operação desta terça, começou em janeiro deste ano e está sob a responsabilidade do delegado Diego Pinheiro, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco).

Ao todo, 80 policiais civis do estado foram escalados pela ação, entre delegados, agentes e escrivães. Os presos e apreensões são encaminhados à sede do Draco, no bairro de Tejipió, no Recife.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários