Aldo Guedes era "laranja" do ex-governador Eduardo Campos, diz MPF. João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho também "operava" para o PSB

Com informações do G1

Os operadores do esquema eram João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho e Aldo Guedes Alvaro, que presidia a Copergás e foi acusado de ser laranja do ex-governador. O dinheiro era lavado por meio dos doleiros Roberto Trombeta e Rodrigo Morales.

Segundo o TRF-4, os atos de Bezerra Coelho provocaram dano à Petrobras de cerca de 218 milhões.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários