Maia quer impor agenda própria para enfraquecer Bolsonaro

Com informações do Site O Antagonista.

Ao planejar votar antecipadamente proposta de reforma tributária com origem na Câmara, Rodrigo Maia tenta impor sua própria agenda sob a alegação de que quer destravar a economia.

O objetivo, claro, é se capitalizar politicamente, enfraquecendo ainda mais Jair Bolsonaro.

Com apoio dos líderes do Centrão, o presidente da Câmara tentou fazer movimento semelhante em março com a própria reforma da Previdência de Michel Temer – o texto chegou a ser aprovado na comissão especial no ano passado.

A iniciativa acabou esbarrando no ministro Paulo Guedes, que convenceu Maia a desistir da empreitada.

Em outro capítulo da queda de braço entre Legislativo e Executivo, Bolsonaro editou correndo o decreto que flexibiliza o porte de armas, quando soube que Maia estava prestes a aprovar o projeto de lei do deputado Peninha, que cancela o Estatuto do Desarmamento.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários