EXCLUSIVO: Sócio do Camarote Boa Viagem, patrocinado pela Itaipava, também está entre os presos

Por Ricardo Antunes

Aníbal Pinteiro, sobrinho de José Pinteiro Neto, está entre os presos da Operação "Mar Aberto" realizada nesta quinta-feira (09) no Recife.

Amizade e parceria:  José Pinteiro Junior,  mais conhecido como DJ Jopin, e o empresário de eventos Bruno Rego
Amizade e parceria: José Pinteiro Junior, mais conhecido como DJ Jopin, e o empresário de eventos Bruno Rego

Conhecido no setor de grandes eventos, ele é sócio e parceiro de Bruno Rego e Thiago Dias no "Camarote Boa Viagem" um dos mais prestigiados da cidade. O Camarote é patrocinado pela Itaipava do Grupo Petropólis. Em dezembro do ano passado, em delação premiada, o ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, confessou que recebia uma "mesada" de R$ 500 mil mensais do grupo carioca que também tem uma fábrica em Pernambuco.

Aníbal Pinteiro também tem outra empresa, a We Do Eventos jem parceria com Bruno Rego. Bruno Rego é proprietário da BG Produções, uma das maiores da região Nordeste, e empresário de sucesso.

A BG tem a conta de várias prefeituras para eventos de Carnaval, Semana Santa, São João. e Revellon ,dentre outros e "bombou" durante o Governo Edurdo Campos (PSB)

O sobrinho do deputado estaduak Romário Dias, o empresário Thiago Dias que é realiza grabdes eventos na cidade.

Thiago Dias é sobrinho do deputado estadual Romário Dias, ex-presidente da Assembléia Legislativa de PE. A policia, segundo fontes ouvidas pela reportagem, está buscando eventuais ligações do esquema de festas e eventos com o de lavagem de dinheiro.

Vários shows de artistas estão sob investigação do Ministério Público Estadual e já foram objetos de denuncia de superfaturamento.

José Pinteiro Júnior, mais conhecido como DJ Jopin e primo de Aníbal Teixeira, também é um dos acusados na "Operação Mar Aberto", que cumpriu mandados em três estados e investiga crimes tributários que podem chegar a R$ 65 milhões.

O DJ Jopin, ficou conhecido por um remix de "Anunciação", de Alceu Valença, - com 1,9 milhões de audições no Spotify - e por "Somewhere in Between", com quase 850 mil. Ele é um dos agenciados da Luan Promoções, que trabalha com Wesley Safadão e Marcelo Falcão, d'O Rappa, entre outros artistas.

O OUTRO LADO

Nem Bruno Rego nem Thiago Dias estão sendo denunciados, processados ou investigados nessa operação.

Muito menos o deputado estadual, Romário Dias, um dos parlamentares mais expressivos da Assembléia Legislativa de Pernambuco e ex secretario do Governo Joaqum Francisco..

O fato de Bruno e Thiago terem ligações com o empresário, preso nessa manhã (09) , não tem qualquer relação com suas atividades profissionais, ao menos, nesse caso. É comum parcerias entre os empresários do setor.

Quem estiver fazendo essas ilações, o faz por conta própria. e deve ter faltado a "aula de interpretação de texto". Ou quer apenas fazer a "intiga do mal".

Thiago Dias foi procurado pelo fone e pelo zap, pela manhã mas nunca retornou as ligações. O advogado de Aníbal Pinteiro, Ademar Rigueira, também foi procurado mas informou que ainda está estudando o processo e não faria, pelo menos no momento, nenhuma declaração sobre o processo do seu cliente.

Procurada pelo blog, a Luan Produções afirmou que aguarda uma nota da família e dos advogados de Jopin sobre o caso, por trabalhar apenas com a esfera profissional do DJ. Ele tinha agenda de shows prevista para o fim de semana, mas a produtora ainda aguarda para informar sobre cancelamentos.

AMEAÇAS

O blog também recebeu diversas ameaças de pessoas que insistem em intimidar nosso trabalho e já tomou as devidas providências, tanto no âmbito estadual, quanto no âmbito federal. O Ministério da Justiça tem uma divisão para jornalistas que são perseguidos ou que sofrem ameaças de morte pelo seu i trabalho..

Um resumo das nossas pricipais reportagens nos últimos meses foi enviado e protocolado para o setor com a devida documentação. Também já pedimos uma audiência ao Ministro Sergio Moro junto com a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) que também já foi informada dos acontecimentos.

A ABRAJI - Associação dos Jornalistas Investigatvo, a ABI, Associação Brasileira de Imprensa, a AIP, Associação Pernambucana de Imprensa e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco, também receberam todo material que vão desde telefonemas até mensagens de texto e de whastzap.

Na semana passada, fomos o único veículo de comunicaçã do estado, a fazer a cobertura completa do "Escandâlo do Restaurante Leite" que envolve duas tradicionais famílias da cidade..

Tanto esse caso, como o de hoje (09) da "Operação Mar Aberto", vão continuar a serem cobertos pela nossa equipe com o propósito de informar a sociedade e aos nossos leitores os bastidores da notícia e as informações exclusivas que você, caro leitor, só tem por aqui.

Todo nosso material se baseia em fatos públicos, pesquisa e informações juntos as nossas fontes. Quaquer tentativa de intimidação, repito, terá efeito inverso. Todas as pessoas citadas na reportagem tem o direito de se manifestarem e o blog está aberto para esses esclarecimentos, como manda o bom jornalismo.

WE DO

A empresa citada na reportagem é a WE DO Eventos LTDA. Existe uma empresa que usa o mesmo nome de propriedade do empresário Luiz BaYma. É a WE DO Serviços de Engenharia e Produção de Eventos Ltda, que, por óbvio, não tem qualquer relação com a operação ocorrida ocorrido nessa quinta-feira.

A empresa de engenharia foi fundada em 1996, enquanto a WE DO Eventos Ltda nem existia. A de Aníbal Pinteiro nasceu em 2015.

É isso.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários