'Coelhinho da Páscoa' gigante defende mulher de agressão nos EUA

Da Redação em Brasília com informações do UOL

Um "coelhinho da Páscoa" brigou com um homem no meio da rua no domingo à noite em Orlando, nos EUA. Antoine McDonald, o sujeito fantasiado de coelho, afirmou que teve de usar a violência para salvar uma mulher que estava sendo socada por um homem. Toda a briga foi filmada e os envolvidos não foram detidos.

Segundo uma testemunha, um homem cuspiu na mulher e então começou a bater nela. Foi quando McDonald teve de intervir e partiu para cima do homem, sem tirar a fantasia que vestia.

"Cheguei lá para que eu pudesse acabar com a briga. Comigo lá tentando acabar com a luta, o sujeito subiu na mulher e começou a bater nela. Então tive de tentar um método diferente, basicamente, para acabar com a briga. Algo que realmente funcionou", disse McDonald à WESH, afiliada da NBC, em Orlando.

A briga generalizada acabou quando uma policial que patrulhava a região central de Orlando chegou na cena. Inicialmente, ao ver um coelhinho da Páscoa brigando, a oficial achou que tudo aquilo ali era encenado. McDonald estava tão nervoso que, mesmo após a intervenção de polícia, continuou socando o ar como se estivesse tentando atingir alguém.

"A policial veio até mim e disse: 'Se você fizer isso de novo vou prender você e essa sua fantasia de coelho'", contou McDonald.

No entanto, logo a guarda notou que o coelhinho era quem queria dar fim na briga. Mc Donald, inclusive, foi cumprimentado pela policial no final da ocorrência.

Até agora não se sabe o que levou o homem a bater na mulher. A identidade dos dois não foi divulgada

Veja o momento:https://www.youtube.com/watch?v=fo7jvDhv5nY

da Redação

Comentários