Dudu da Fonte de tornozeleira: É assim que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, quer o deputado pernambucano

Da Redação em Brasília com informações de O Antagonista

Raquel Dodge pediu STF determine medidas cautelares para o deputado Eduardo da Fonte, do PP de Pernambuco.

A PGR quer que o parlamentar use tornozeleira eletrônica, seja submetido ao recolhimento noturno e não possa falar com testemunhas da investigação.

Ele é acusado de ter recebido 300 mil reais da UTC entre 2009 e 2010, para beneficiar a construtora junto à Petrobras.

Raquel Dodge, Procuradora-Geral da República
da Redação

Comentários