Deputada Janaina Paschoal ataca o próprio partido e diz: "O PSL está cada vez mais parecido com o PT”

Da Redação do blog

A deputada estadual Janaina Paschoal, principal nome do PSL, partido de Jair Bolsonaro, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), usou sua conta do Twitter na manhã deste sábado (13) para criticar a própria legenda.

Uma das autoras da peça que deu origem ao processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff no Congresso, Janaína revelou que há planos para mudar o nome do partido de PSL (Partido Social Liberal) para PCL (Partido Cristão Liberal). A professora de Direito, no entanto, não gostou da ideia pelo fato de o “C”, segundo ela, ser associado ao “comunismo”.

“Todos sabem que sou favorável às candidaturas avulsas (independentes de Partidos). Mas, por enquanto, a lei exige que eu esteja atrelada a um Partido, sob pena de perder o mandato. Pois bem, sendo assim, digo logo que sou contra trocar o nome do PSL para PCL. Eu sei que o C significaria Conservador, mas, historicamente, o C remete a Comunista. Era só o que me faltava!”, escreveu.

Postagem feita pela deputada em sua página oficial no Twitter

Em outro tuíte, a deputada estadual prosseguiu e intensificou a crítica, chegando a comparar seu próprio partido ao PT, agremiação que sempre fez ferrenha oposição. O motivo seria o fato de Jair Bolsonaro, na sexta-feira (12), ter decidido interferir na decisão da Petrobras e recuar no aumento do diesel, o que fez com que a bolsa registrasse queda de 8%.

“Ademais, com a decisão de ontem do nosso Presidente, o L de liberal já não é tão liberal assim. O PSL está cada vez mais parecido com o PT. Eu digo e repito, Partidos são verdadeiras prisões. Uma lástima!”.

Postagem feita pela deputada em sua página oficial no Twitter

O PSL, até 2018, era um partido nanico e engrandeceu graças à filiação de Jair Bolsonaro, que se associou à sigla para concorrer à eleição que foi vitorioso. Na carona de Bolsonaro, o partido elegeu a maior bancada da Câmara dos Deputados e lotou assembleias legislativas.

Janaína Paschoal, que ganhou fama entre o eleitorado conservador após o impeachment de Dilma Rousseff, veio nesta onda do PSL. Desde que assumiu seu mandato, no entanto, não tem poupado críticas ao presidente da República, seu correligionário.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários