Armando Monteiro (PTB) pode ser candidato a prefeito do Recife para tentar quebrar a hegemonia do PSB

Por Ricardo Antunes

Em sua passagem por Brasília, o prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB) aproveitou a oportunidade e defendeu que a oposição comece a pensar em uma candidatura com força para a prefeitura do Recife.

Ele defendeu abertamente, que o "candidato natural" para concorrer a sucessão de Geraldo Júlio (PSB) seja o senador Armando Monteiro Neto (PTB). Monteiro está sem mandato e perdeu a eleição de governador para Paulo Câmara (PSB). Com isso o PSB vai passar 20 somente no Governo do Estado.

"O Brasil está precisando de gestores competentes. Armando por sua experiência e capacidade de dialogo, pode ser o nome que una a palanque da oposição em Pernambuco" disse o prefeito que é da "tropa de choque " do ex senador.

O Blog apurou que Izaías Régis jantou com o ex-senador Armando Monteiro essa semana em Brasília, e um dos temas colocados na mesa, foi a sucessão de Geraldo Júlio. "Armando é muito novo para encerrar a carreira política, e eu tenho certeza se essa missão lhe for dada, ele saberá conduzir a prefeitura do Recife, para um tempo de desenvolvimento e participação popular".

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB) e o senador Armando Monteiro (PTB) durante encontro em Brasília.

O prefeito de Garanhuns ainda disparou críticas sobre a atual gestão da prefeitura do Recife e diz que a cidade está abandonada. "Recife tá um caos no trânsito, o centro está acabado. A cidade precisa de um gestor para restruturar tudo. Tá feio, tá sujo. Eu, sinceramente, tenho até desgosto ver a cidade do jeito que ela está. Acredito que Armando poderia fazer essa gestão para melhorar a capital".

Segundo o prefeito, Armando Monteiro ficou agradecido com a lembrança e não rejeitou essa possibilidade que abre de vez o debate sobre o caminho da oposição em 2020.

Na Prefeitura do Recife, o PSB e o PT vão completar 20 anos no poder. Além de tentar motivar a oposição o lançamento da pré candidatura de Armando parte de duas certezas.

1) A composição do novo secretariado do prefeito e do governador não deixa dúvidas que o PSB já está definindo o nome para a sucessão de Geraldo Júlio. Ele deve ficar entre João Campos e Felipe Carreras. "Eu só entro se for o candidato de Geraldo Júlio " já disse o deputado federal Felipe Carreiras que disputa a indicação do partido com o filho do ex governador Eduardo Campos.

2) A constatação de que nomes como Daniel Coelho, Mendonça Filho, Priscila Krause e Bruno Araújo não estariam dispostos a arriscar mais uma derrota na majoritária o que não seria o caso de Armando Monteiro.

O ex senador já deixou claro para interlocutores que depois de ter sido deputado federal, senador da República e Ministro de Estado não tem vontade de disputar uma eleição para a Câmara em 2022. " Ele vai para o tudo ou nada " arriscou outro parlamentar ao comentar a sucessão na prefeitura do Recife.

Pelo visto, os desenhos do quadro para a eleição municipal já estão sendo postos. E a oposição tem que conquistar a prefeitura sem a qual a chance de ganhar o Governo do Estado vai parecer um sonho ainda mais distante.

Vamos aguardar

da Redação

Comentários