Com o pedido de falência da RR Donnelley, o Inep informa avaliar 'alternativas seguras' para impressão do Enem

O cronograma do Enem segue normalmente

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) anunciou nesta terça-feira (2) que a realização das provas do Enem 2019 seguirá o cronograma normalmente nos dias 3 e 10 de novembro, como estava previsto. Na segunda-feira, 1, a RR Donnelley, gráfica responsável pela impressão da provas do exame desde 2009, entrou com o pedido de falência.

Quatro outras gráficas se propuseram assumir a impressão das provas do Enem deste ano, duas propostas já foram recusadas pelo Inep por não cumprirem todas as exigências do edital.

O instituto informou que “existem alternativas seguras sendo avaliadas” para a impressão das provas. Contudo, duas gráficas já estão no processo de avaliação: a Thomas Greg & Sons Grafica e Serviços, que pede R$ 167 milhões e a Valid Soluções S.A, que oferece os serviços por 143 milhões.

A RR Donnelley, que tinha contrato até 2020, culpou as "atuais condições de mercado na indústria gráfica e editorial tradicional, que estão difíceis em toda parte, mas especialmente no Brasil".

Vale lembrar que o processo de elaborar uma nova licitação até a contratação de uma nova fornecedora de serviços leva no mínimo seis meses. A vencedora teria pouco mais de dois meses antes da realização do exame para imprimir as provas, trabalho que deveria começar no mesmo período das inscrições (de 6 a 17 de maio).

da Redação

Comentários