Fundaj consolida parceria em reunião com a FNDE, Sudene, BNB e IBGE pela educação no Nordeste

Com informações da Assessoria de Imprensa

Em uma reunião realizada nesta segunda-feira (25), na sede da Fundaj em Casa Forte, foi debatido o papel da parceria entre a Fundação Joaquim Nabuco e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o IBGE, a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para o desenvolvimento na educação no Nordeste. Um termo de cooperação técnica será assinado entre os parceiros.

“Tomamos a iniciativa de procurar, por ser do mesmo ministério, o FNDE, que é o órgão do MEC responsável pela maior parte dos recursos aplicados pela educação,” explicou o presidente da Fundaj, Alfredo Bertini. De acordo com ele, alinhado com os protagonistas Sudene e o BNB, o FNDE é a instituição que mais se aproxima da Fundaj na aplicação de recursos, em questões de informação, monitoramento e da avaliação de políticas. “Vamos dar uma espécie de consultoria para o FNDE, nos colocando a disposição como escola de governo para ajudar nesse preparo e na qualificação dos municípios nordestinos,” afirmou.

Reunião da Fundaj com a FNDE, Sudene, BNB e IBGE - Foto: Divulgação

Sobre a parceria, o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Carlos Decotelli, defende a Fundaj e os demais parceiros como orientadores da aplicação dos recursos. “Quem melhor conhece a realidade do Nordeste? Não seremos nós, de Brasília, que vamos opinar o que melhor fazer.” Decotelli acredita que esse acordo permitirá que se tenha condição de realizar reuniões, coordenações, estudos, pesquisas e novas ajudas das instituições que irão agregar a parceria.

Quanto à participação da Sudene, a Coordenadora de Avaliação, Gabriela Lins, avalia que as questões colocadas pelos representantes da Fundaj e do FNDE podem ser utilizadas para determinar de que forma a Sudene pode melhorar sua atuação. “É um descanso saber que já temos uma estratégia em que o FNDE pode, de fato, se inserir, já que estamos no meio da criação do termo de cooperação.”

Presidente da Fundaj, Alfredo Bertini (o terceiro à direita), durante reunião com a FNDE, Sudene, BNB e IBGE - Foto: Divulgação

A reunião contou ainda com a participação dos diretores da casa de Pesquisas Sociais, Carlos Osório, e de Formação Profissional e Inovação, Robson Silva, os representantes da Sudene, Albertina de Souza e Amauri Nascimento, o Superintendente e o Gerente de Desenvolvimento Territorial do BNB, respectivamente Ernesto Cruz e Ronald Silva, e a Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura do IBGE, Cristina Neves.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

da Redação

Comentários