Descontraído, Ministro da Educação participa de evento e começa sua agenda no Recife

 

Da Redação do Blog e com  informações da Assessoria de Imprensa

O  ministro da Educação, professor Ricardo Vélez Rodríguez, desembarcou nesse domingo, por volta das 11:30h  no Aeroporto Internacional dos Guararapes, acompanhado de assessores e  não quis perder tempo.

Embora a solenidade de posse do novo presidente da Fundaj, Alfredo Bertini, esteja marcada para amanhã, o ministro  fez questão de  participar do "Domingo na Fundaj", evento realizado no campus do Derby.

Ele conheceu ainda as instalações do edifício Ulysses Pernambucano, visitou a exposição "Aptidão para Alegria Vem de Berço", montada na sala Vicente do Rego Monteiro, cumprimentou o público das oficinas, experimentou bolo de rolo e mostrou que não tem nada de sizudo ou tímido:

Fez questão de ensaiar alguns  passos de frevo com integrantes do "Turma da Jaqueira Segurando o Talo", bloco formado por servidores da Fundaj que já está ensaiando para o carnaval.

“Com Gilberto, Nabuco e Bertini para a eternidade”, disse, um espirituoso Vélez ao visitar a exposição da qual teceu elogios.

Descontraído,  o ministro também conversou com estudantes de ensino médio que participavam do Curso de Formação Jovens Líderes, da Escola de Governo. Sentou com alguns deles e quis  saber detalhes do programa junto dos alunos.

A agenda do ministro em Pernambuco segue por toda segunda-feira (28). Pela manhã, ele dará posse ao economista e professor, Alfredo Bertini, em solenidade  no Cinema do Museu, campus Casa Forte às 11h. Pernambucano com passagens por alguns cargos públicos, Bertini  foi uma escolha pessoal de Vélez que montou sua equipe com técnicos de sua confiança.

Na parte da tarde depois de algumas reuniões internas, ele seguirá para o Engenho Massangana, no Cabo de Santo Agostinho, onde o abolicionista, Joaquim Nabuco, viveu parte de sua infância. Ricardo Vélez deve retornar para Brasília na terça-feira logo cedo.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários