Mesmo após ataque na fronteira, Brasil mantém ajuda humanitária à Venezuela

 Do Estado de São Paulo

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, confirmou nesta sexta-feira, 22, que o Brasil irá iniciar o processo de entrega de alimentos e medicamentos para a Venezuela neste sábado, 23. A operação de ajuda humanitária deverá durar por mais alguns dias e não há previsão de término da ação.

De acordo com o porta-voz, o governo brasileiro tentará entregar 200 toneladas de alimentos básicos, como arroz, feijão, café, leite em pó, açúcar, sal e kits de primeiros socorros. As doações serão transferidas por caminhões venezuelanos com motoristas também venezuelanos de Boa Vista, capital de Roraima, até Pacaraima, na fronteira com a Venezuela.

 

O deslocamento será de 180 km e a estimativa da viagem é de 4 horas. A segurança do transporte será feito pela Polícia Rodoviária Federal.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários