Médium João de Deus é acusado de assédio em programa de Pedro Bial. Jornalista teve separação complicada com atriz

Por Ricardo Antunes

É grande a expectativa pelo programa "Conversa com Bial" que vai ao ar daqui a pouco, depois do Jornal da Globo. Chamadas do programa mostram o jornalista entrevistando quatro mulheres que dizem ter sido "molestadas" pelo médium João de Deus, famoso em todo o mundo e com uma obra reconhecida internacionalmente.

 

"Elas foram em busca de tratamento espiritual, mas se sentiram abusadas sexualmente pelo médium mais famoso do Brasil". diz o apresentador no seu instagram. 

Não custa nada lembrar que o próprio jornalista teve uma separação complicada com a atriz Guilia Gam, com quem foi casada com  por dois anos. Na ocasião, indagada qual teria sido o motivo da separação,  ela foi enfática: "Posso dizer que a história é muito pior do que você possa imaginar. Por isso não vou falar”.

No instagram oficial do médium já existe uma mensagem onde, no final, João de Deus, diz que "não desistirá jamais de minha missão de amor". Em seguida ele afirma  que perdoa "todos aqueles que me fizeram ou tentam fazer-me mal. Amo muito vocês", termina.

João de Deus já esta recebendo manifestações de solidariedade do mundo todo. Em Pernambuco, o advogado e escritor Antonio Campos é talvez o mais próximo do médium, com quem esteve mais de dez vezes. E saiu em defesa do dele,  lembrando que Chico Xavier também sofreu várias calúnias  e o tempo mostrou que todas eram infundadas.

 

"Conheço o trabalho dele há mais de dez anos e posso testemunhar do seu servir  ao próximo e a  sua seriedade.  A mim ele nunca pediu nem um copo dágua", disse o escritor. "A Globo é um lixo", disse um internauta na pagina oficial do médium que está lotada de comentários em sua defesa.

 

Comentários