Juros da casa própria para classe média têm de ser de mercado afirma novo presidente da Caixa

Por O Globo

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, sinalizou nesta segunda-feira que os juros do financiamento da casa própria devem subir para a classe média. Após tomar posse, o executivo disse que as taxas mais baixas, garantidas graças a financiamentos concedidos com recursos da poupança e do FGTS, deverão ser reservadas para o Minha Casa Minha Vida (MCMV). Para os demais segmentos, os juros serão os “de mercado”.

- O juro não vai subir para o Minha Casa Minha Vida. Juro de Minha Casa Minha Vida é para quem é pobre - disse Guimarães, acrescentando: - Classe média tem de pagar mais ou vai buscar no Santander, Bradesco ou Itaú. Na Caixa Econômica Federal, vai pagar um juro maior que o do Minha Casa Minha Vida, certamente, porque vai ser um juro de mercado. A Caixa vai respeitar acima de tudo o mercado: lei da oferta e da demanda.

Comentários

Leia mais...

Mais em Economia