Grupo político declara apoio a Armando Monteiro e rompe com Frente Popular

 

Da redação do blog com assessoria de imprensa

 

Durante ato político realizado em Águas Belas,interior do Estado, a família Martins declarou apoio à coligação Pernambuco quer Mudar, liderada pelo senador Armando Monteiro (PTB), rompendo de vez com a Frente Popular e o governador Paulo Câmara (PSB). A declaração de apoio foi feita na noite do último sábado (18). A família Martins representa um dos mais importantes grupos políticos do Estado, com representatividade nas regiões Agreste e Sertão.

No ato, o grupo foi representado pelo ex-prefeito Numeriano Martins (PP), que teceu críticas ao governo do PSB e reconheceu em Armando o "comandante da mudança". "Águas Belas é a cidade mais abandonada do Estado. Vamos retirar do Palácio das Princesas os que não pensam nos nossos filhos", destacou Numeriano, ao lado dos ex-prefeitos de Manari, Otaviano Martins, e de Itaíba, Claudiano Martins, ambos do PP, além do deputado estadual Claudiano Martins Filho (PP) e do ex-prefeito de Inajá, Leonardo Martins (PROS). Também estiveram presentes no evento os ex-prefeitos Hildebrando Albuquerque (Águas Belas) e Braz Silva e Marivaldo Bispo (Itaíba) e o presidente da Câmara de Vereadores do.município, Melque Bezerra (PRB).

"Armando é nosso amigo e irmão. Precisamos eleger a chapa de cabo a rabo", afirmou Numeriano, referindo-se aos candidatos a senador da coligação Pernambuco Vai Mudar, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM).

O candidato Armando Monteiro agradeceu o apoio. "Não posso deixar de sentir essa acolhida calorosa. Ainda mais com tantas lideranças expressivas do município e da região", ressaltou o candidato em sua fala, na qual reforçou as críticas ao palanque adversário, em especial nas áreas de saúde, segurança e infraestrutura. "Esse governo só é bom em cobrar imposto dos pequenos. E o dinheiro vai para onde, se os hospitais estão abarrotados, estradas como a PE-270 em situação deplorável e o Estado é campeão de todos os campeonatos de crimes violentos?", questionou.

Armando ainda alfinetou os candidatos a senador da Frente Popular, Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB). "É uma chapa estranha. Cobra e jacaré. Nos palanques, ficam de costas um pro outro. No passado, disseram horrores um do outro. Eleição para o Senado não é prêmio para fim de carreira política. Aqui temos harmonia", enfatizou. "Estamos sentindo o vento da mudança. Águas Belas terá um parceiro no governo", frisou.

 

 

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários