Forças Armadas mandam recado ao futuro presidente. Ele deve ter entendido, claro.

Por Ricardo Antunes

A partir da segunda (29) o país será outro. Os ânimos devem ser contidos e os radicais, de um lado ou de outro, desarmados. O recado dos militares foi claro e objetivo e em direção a Jair Bolsonaro. Leia o que disse matéria do Estadão dessa quinta. Mais direto impossível.

“A cúpula das Forças Armadas defendeu nesta quarta-feira, em reunião no Setor Militar Urbano, em Brasília, com a presença da maior parte dos integrantes do Alto Comando do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, que o próximo presidente da República, independentemente de quem for eleito, trabalhe pela reconciliação do País, depois do clima eleitoral acirrado.”

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários