Exclusivo: Ex-ministro Mendonça Filho aceita convite e será consultor da Fundação Lemann

Por Ricardo Antunes

Depois de anos na vida pública, o ex-ministro da Educação Mendonça Filho parte para um novo desafio. Ele aceitou o convite da direção da Fundação Lemann - uma das mais conceitudas instituições  de educação do país -  e será consultor da entidade que foi fundada em 2010 pelo empresário Jorge Paulo Lemman.

Em  novembro do ano passado,  Mendonça Filho participou  de um evento da fundação na Universidade de Oxford, na Inglaterra,  junto com outros gestores e políticos como o  governador eleito de Minas Gerais, Romeu  Zema. O blog apurou que, na ocasião, o prório Zema chegou a convidar o ex-ministro para assumir a secretaria de educação naquele estado mas ele não aceitou.

 

Aos 74 anos e empresário vitorioso, Lemman  dedica parte do seu tempo a contribuir para uma educação pública de qualidade e para a formação de novos gestores públicos através de sua fundação que é referência nacional.

Depois de ter sido lembrado para continuar como ministro da Educação, o deputado foi ainda convidado para presidir a Hemobrás ou a Codevasf mas optou por ter uma experiência no terceiro setor sem, contudo, deixar a política.

 

A fundação  realiza uma série de ações voltadas à inovação, gestão, políticas educacionais e também na formação de uma rede de jovens talentos. Assim como  Instituto Ayton Senna, executivos da fundação também emprestaram sua colaboração sobre as experiências no setor  á então equipe de transição do Governo Bolsonaro.

 

Ela  promove ainda diversos cursos para estudantes e professores e tem parcerias com outras instituições renomadas no exterior.  Entre estas, destacam-se universidade estadunidenses, como Harvard University, Yale University, Stanford University, Columbia University, University of Illinois, University of California e MIT.

 

 

 

Comentários