Exclusivo: Depois do PT, Jarbas "vende" a alma a Renan e mancha mais uma vez sua história. Confira

Por Ricardo Antunes

Depois de chamar Lula de "ladrão" e o PT de uma "organização criminosa" o senador Jarbas Vasconcelos (MDB) não teve a menor vergonha de subir no palanque para pedir votos para Paulo Câmara (PSB), Humberto Costa(PT) e Fernando Haddad (PT). O povo deu o troco e ele conseguiu se reeleger apenas por 1% dos votos no lugar de Mendonça Filho (DEM).

Já era um aviso.  Agora, depois de ter declarado o voto na senadora Simone Tebet ele não apareceu na reunião do MDB e colaborou para a vitória de Renan que será o candidato do partido a presidência do Senado. Todo mundo em Brasília estranhou o comportamento do senador menos esse colunista..

Há 20 dias, Jarbas se reuniu reservadamente  com Renan Calheiros. E Renan, claro, cobrou a fatura já que o senador alagoano foi decisivo  para que ele ganhasse o controle do  partido, durante as negociações para a filiação do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Sua ausência na reunião foi  mais um  golpe importante na candidatura de Simone  ja que ele próprio  havia dito, publicamente, que preferia a candidatura da emedebista do Mato Grosso do Sul. Aliados de Simone se disseram "chocados" já Jarbas estava em Brasília e, mesmo assim, não apareceu.

Levando em conta essas duas situações, poderia ter ocorrido um empate de 6 a 6 na votação interna do MDB para decidir o candidato do partido à presidência do Senado. A outra "traição" foi a deEduardo Gomes, o único senador eleito pelo Solidariedade, que se filiou ao MDB dois dias atrás e votou no alagoano.

Depois de pagar a fatura devida a Renan, para enganos os bobos Jarbas vai votar em Tasso Jereissati (PSDB). É mesmo muito cinismo desse povo.

Comentários