Ex-Diretor da OAB também foi preso na "Operação Fantoche" que apura desvios de mais de R$ 400 milhões

Por Ricardo Antunes

Além do presidente da Fiepe, Ricardo Essinger e empresários da Aliança Comunicação pelo menos um advogado foi preso na operação de hoje realizada pela Polícia Federal. Trata-seHebron Costa Cruz de Oliveira, ex- diretor da OAB-PE na polêmica gestão do ex-presidente Henrique Mariano..

A operação realizada pela PF como o apoio do TCU visa desarticular "uma organização criminosa voltada para práticas de crimes contra a administração públicas, fraudes em licitações, associaççao crimimosa e lavahem de dinheiro no Sistema S". O rombo estimado seria e R$ 400 milhões. O blog deixou dois recados no telefone do atual presidente, Bruno Batista, mas não obteve retorno.

 

O outro lado

A assessoria do advogado e empresário  informou que ele "prestou  prestando todos os esclarecimentos necessários a Polícia Federal e auxiliará o Poder Público nas investigações. Assegura q toda a sua conduta como advogado e presidente do instituto origami sempre foi desempenhada dentro da mais estrita legalidade"

Afirma ainda que "o foco desta operação da PF é outro que não o instituto origami, conforme restará confirmado pelas investigações. Faz questão q, ao final das investigações, confirme-se a lisura de sua atuação profissional ao longo de praticamente três décadas, lisura essa arranhada no dia de hoje."

 

PS: Atualização: O advogado foi libertado por ordem da Justiça Fedederal no começo da noite.

 

 

Comentários

Leia mais...

Mais em Corrupção