E Gilmar Mendes não vai poder soltar o tucano Paulo Preto, preso, hoje, pela Lava Jato

 

De O Antagonista

Deltan Dallagnol avisou que Gilmar Mendes, que já soltou Paulo Preto no passado, no caso da Dersa, não pode soltá-lo novamente agora:

“Vejo tweets receando que o ministro Gilmar Mendes solte Paulo Preto mais uma vez em liminar. Isso é impossível debaixo da lei. O relator desse caso no Supremo não é ele e sim o Ministro Fachin.”

A procuradora Thaméa Danelon respondeu:

“Mas Gilmar Mendes pode proferir uma decisão completamente ilegal e inconstitucional dizendo que ele é o juiz prevento para todos os casos em que Paulo Preto for preso. Um absurdo? SIM. Mas Gilmar já proferiu varias decisões absurdas!!!”

Deltan Dallagnol explicou:

“Se isso acontecesse seria um caso de exercício arbitrário de poder, fora do Direito. Poder como força bruta. Seria um caso claro de usurpação de jurisdição.”

Comentários