E Gilmar Mendes não vai poder soltar o tucano Paulo Preto, preso, hoje, pela Lava Jato

 

De O Antagonista

Deltan Dallagnol avisou que Gilmar Mendes, que já soltou Paulo Preto no passado, no caso da Dersa, não pode soltá-lo novamente agora:

“Vejo tweets receando que o ministro Gilmar Mendes solte Paulo Preto mais uma vez em liminar. Isso é impossível debaixo da lei. O relator desse caso no Supremo não é ele e sim o Ministro Fachin.”

A procuradora Thaméa Danelon respondeu:

“Mas Gilmar Mendes pode proferir uma decisão completamente ilegal e inconstitucional dizendo que ele é o juiz prevento para todos os casos em que Paulo Preto for preso. Um absurdo? SIM. Mas Gilmar já proferiu varias decisões absurdas!!!”

Deltan Dallagnol explicou:

“Se isso acontecesse seria um caso de exercício arbitrário de poder, fora do Direito. Poder como força bruta. Seria um caso claro de usurpação de jurisdição.”

Comentários

Leia mais...

Mais em Corrupção