Com tema "Frevo Mulher" e 30 trios elétricos, Galo da Madrugada quer fazer o maior desfile de sua história

Da Redação do blog com informações da Assessoria

A 42° edição do Galo da Madrugada vai do frevo a uma mistura de todos os ritmos com destaque especial para a homenagem as mulheres. Na sequência, as ruas serão invadidas pela beleza e arte cênica das alegorias, que retratam o tema deste ano: "Frevo Mulher", também nome da canção do compositor  Carlos Fernando e que explodiu na voz de Elba Ramalho.

A festa começa pontualmente às 9h, com a tradicional anunciação dos clarins e trombetas em carro alegórico e logo depois  algumas das passagens emblemáticas das personalidades femininas que representarão as mulheres, e que desfilarão como destaques nas alegorias. São elas: Amelinha (cantora e compositora), Fabiana Karla (atriz), Lia de Itamaracá (dançarina, cantora e compositora), Yane Marques (pentatleta) e Léa Lucas (foliona).

A coletiva de imprensa contou com a presença do vice-diretor Rodrigo Menezes, o presidente Rômulo Meneses, e o coordenador Guilherme Menezes

Entre as atrações musicais, estão Almir Rouche, André Rio, Gerlane Lops, Maestro Forró, Toni Garrido, Nonô Germano, Romero Ferro, Asas da América, Irah Caldeira, Nádia Maia, Benil, Quinteto Violado, Marcelo Jeneci, Marrom Brasileiro e outros, além de orquestras e freviocas.

"Teremos esse formato em que um artista, geralmente um convidado [nacional], fica no camarote e faz um dueto com um artista local em um trio que está passando. E aí depois ele [artista nacional] sobe no trio para seguir no percurso com outro artista. Então ele tem uma experiência com mais de um artista local", explicou o vice-presidente do Galo da Madrugada, Rodrigo Menezes.

Segundo o presidente do Galo, Rômulo Menezes, o tema "Frevo Mulher" se deve porque 90% dos destaques do desfile são mulheres. “Chegamos à conclusão de que o Galo devia essa homenagem às mulheres, de uma maneira geral, e especificamente às mulheres que sempre ajudaram o Galo. Sempre tem muitas mulheres participando, cantoras, artistas, costureiras, passistas. É um número muito grande de mulheres que compõem o Galo da Madrugada e às vezes isso não é destacado”, afirmou Rômulo.

Atuando na produção dos carros há quase 30 anos, o cenógrafo Ary Nóbrega conta que o trabalho é iniciado com sete meses de antecedência ao desfile. "Começamos fazendo pesquisas, preparando o projeto de estudo do tulema. Em setembro, iniciamos a montagem dos carros e seguimos até o dia anterior ao carnaval, quando concluímos os acabamentos finais", diz. Sobre o tema, o cenógrafo ainda revela que foi um dos mais difíceis para se colocar em cima dos carros.

O carro abre alas Frevo Mulher foi um dos desafios para o cenógrafo Ary Nóbrega

Entre os destaques da obra, o cenógrafo aponta a representação de uma ilha para o carro "Ciranda de Lia" (Lia de Itamaracá), a criação de um altar para a deusa grega Nice (personifica a vitória) no "Pernambucana de Raça" (Yane Marques), produção de lampiões, praça e um bonde antigo do bairro do São José para o "Oh Bela" (Fabiana Karla).

No quesito fantasia, o trabalho conta com a assinatura dos carnavalescos Anderson Gomes e Francisco Câmara. Já Francisco Câmara, que assina as fantasias da agremiação há quase vinte anos, está responsável pela vestimenta de três carros ("Abre Alas", "Ciranda de Lia" e "Pernambucana de Raça").

Confira a ordem das atrações no desfile do Galo da Madrugada:

  • Elba Ramalho
  • Passistas da Companhia Saltos
  • Banda da Polícia Militar de Pernambuco
  • Frevioca 1 com bonecos gigantes de Alceu Valença e Jota Michilles
  • Frevioca 2 com bonecos gigantes de Ariano Suassuna e Chico Science
  • Lima Neto e Dani Veroli
  • Quinteto Violado e Erica Natuza
  • Gustavo Travassos e Fafá de Belém
  • Marrom Brasileiro
  • Geraldinho Lins
  • Asas da América
  • Gerlane Lops
  • Nena Queiroga e Margareth Menezes
  • Banda Pinguim e Cristina Amaral
  • Almir Rouche e Gaby Amarantos
  • Maestro Forró
  • André Rio e Toni Garrido
  • Spok
  • Nonô Germano
  • Fulô de Mandacaru e Ed Carlos
  • Romero Ferro e Michele Melo
  • Bia Villa-Chan e Maestro Israel França
  • Som da Terra
  • Bemol e Irah Caldeirão
  • Fabiana Pimentinha
  • Telmo Santiago
  • Banda Luará
  • Orquestra Perfil
  • Turma do Pinguim
  • Nádia Maia e Joyce França
  • Orquestra Universal

Comentários