Caixa começa a abrir sua "caixa preta" e já encontra rombo de R$ 145 milhôes

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães,determinou a suspensão dos contratos da instituição com as empresas AlarmTek Eletronica e Life Segurança, responsáveis pelo fornecimento de ‘neblina’ para cofres e caixas automáticos. As empresas foram contratadas durante a gestão de Dilma Roussef

Uma auditoria da nova gestão identificou 27 atas de registro de preço para o fornecimento desse serviço, sendo 26 delas firmadas com essas duas empresas – num total de R$ 145 milhões. Há indícios de direcionamento e superfaturamento.

Comentários